Silviculturas

Silviculturas

Projetos de Irrigação em Cultivo de Mudas Florestais

Mudas de espécies de árvores nativas são produzidas em viveiros ou em áreas abertas. O déficit da demanda de água gerada pela cultura deve ser compensado por um sistema de irrigação.

A maioria dos sistemas de irrigação é do tipo “localizado”; a água é aplicada diretamente no substrato do sacinho ou do vaso através de micro-tubos. Este método permite a dosagem de fertilizantes via sistema.

Micro-aspersão é bastante utilizado na fase do sementeiro e do berçário quando a muda é cultivada em bandejas. Mini-aspersão fixo é uma opção em fases mais avançadas.

Em geral os sistemas são setorizados e automatizados. Destacam-se por ter níveis baixos de uso de água e de energia elétrica.
A indústria de papel, como encontrada na região de Mogi Guaçu (SP), consegue manter elevados níveis de produção de mudas de eucalipto investindo em sistemas de ferti-irrigação automatizados.

 

Iniciando Projetos de Irrigação em Cultivo de Mudas Florestais

Anterior ao dimensionamento do sistema de irrigação para mudas florestais é importante considerar algumas questões básicas relacionadas à viabilidade do empreendimento.

Análise do balanço hídrico do empreendimento revela se a demanda de água a ser gerada é coberta pelos recursos hídricos disponíveis. Estes recursos podem ser livres de outorga, já outorgados ou outorgáveis. São considerados poços, lagos, mananciais e represas.

Áreas cobertas servem para captar água da chuva que pode ser canalizada e armazenada em reservatórios para o posterior uso na irrigação.

A qualidade da água captada e distribuída deve ser adequada ao seu uso no sistema de irrigação. A presença de elementos químicos (ferro, manganês), físicos (areia) e/ou biológicos (algas, bactérias) pode trazer altos custos de tratamento, inviabilizando o projeto de antemão.

 

Elaborando o Projeto de Irrigação em Cultivo de Mudas Florestais

Não havendo fatores que inviabilizam a realização do projeto de irrigação, são abordados 13 assuntos importantes durante visita técnica à futura obra, sendo eles:

1) Hidrologia
2) Clima
3) Topografia
4) Pontos de captação d’ água
5) Pontos de captação de energia
6) Substratos, recipientes
7) Viveiro, mesas, canteiros
8) Método de irrigação
9) Setorização
10) Automação
11) Instalação
12) Operação
13) Manutenção

O sistema de irrigação, elaborado após processamento das informações acima, pode ser apresentado num orçamento descritivo sem custo ou num projeto executivo que revela o sistema em todos os seus detalhes técnicos e financeiros, este já com valor pré-estabelecido.

Na elaboração do projeto visamos o perfeito funcionamento hidráulico e elétrico, sempre minimizando a soma dos custos fixos (materiais, instalação, construção) e dos custos variáveis (energia, manutenção, operação) perante a vida contábil do sistema.

 

Implantação e Manutenção do Projeto de Irrigação em Cultivo de Mudas Florestais

A instalação do sistema deve ser executada por mão de obra qualificada. O papel da nossa equipe se resume em fornecer e gerenciar montadores e administrar o fluxo de materiais.

Se o cliente assim desejar e com o intuito de reduzir custos em relação a deslocamento, alimentação e estadia, existe a possibilidade de executar parte do sistema utilizando mão de obra local. Neste caso, a equipe da PRO-DUTO Irrigação se encarrega de ensinar o que for necessário para garantir a qualidade da instalação enquanto acompanhando o progresso dos trabalhos.

A manutenção do sistema fica mais eficiente e econômica em projetos instalados com mão de obra local, pois contam com um plantão permanente de pessoas que conhecem o sistema a fundo e dominam as técnicas apropriadas para contornar boa parte dos problemas que possam ocorrer.

Em destaque os seguintes materiais para serem empregados em projetos de irrigação para cultivo de mudas florestais: agulha 3-vias Plasnova, micro-tubo Azulplast, mini-aspersor Naandanjain, mangueira PEBD Majestic, mangueira PEAD Polierg, válvula elétrica Bermad, tubos e conexões Tigre, conjunto moto-bomba Mark Grundfos, controlador Galcon, cabos e fios Brascopper, chave de partida direta WEG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X